Compras internacionais de até US$ 100 não podem ser tarifadas. Saiba o que fazer se você for tributado


Quem efetua compras em sites internacionais sabe que, via de regra, encomendas com valor de até US$ 50 não são tributadas pela Receita Federal, porém muita gente desconhece que um Decreto-Lei estabelece que o limite isento de tributação é de encomendas com valores de até US$ 100, e não apenas US$ 50.

A portaria MF 156, de 24 de junho de 1999, estabelece que “os bens que integrem a remessa postal internacional de valor não superior a US$ 50 serão desembaraçados com isenção do imposto de importação, desde que o remetente e o destinatário sejam pessoas físicas”Todavia, o Decreto-Lei 1.804/1980, que ainda está em vigor e trata sobre o regime de tributação simplificada das remessas postais internacionais, estabelece em seu artigo 2º, inciso II, que o Ministério da Fazenda poderá “Dispor sobre a isenção do imposto de importação dos bens contidos em remessas de valor até cem dólares norte-americanos ou o equivalente em outras moedas, quando destinados a pessoas físicas.

A questão não tão simples quanto parece, já que encomendas com valores superiores a US$ 50 continuam sendo tarifadas, mas algumas decisões proferidas pela justiça brasileira tem determinado que a isenção seja aplicada sobre as encomendas com valores de até US$ 100, conforme determina do Decreto-Lei 1.804/1980.

O que fazer para não ser tributado

Caso alguma encomenda sua seja tributada, é possível contestar essa tributação através de formulários específicos que devem ser preenchidos e entregues à Receita Federal, salientando que a isenção se aplica sempre nos casos em que o destinatário seja pessoa física, não importando se o remetente é pessoa física ou jurídica.

O site BJC disponibilizou dois formulários para solicitar o pedido de revisão da tributação, sendo um deles para compras com valor inferior a US$ 50 e outro para compras com valor inferior a US$ 100. Baixe os formulários no formato DOCX nos links abaixo:

Caso o pedido de revisão não seja acolhido, ainda é possível pedir a isenção da tributação na justiça, através do Juizado Especial Federal, lembrando que para as causas com valor de até 20 salários mínimos não é necessário contratar advogado. Para estes casos também existe um modelo de petição que pode ser baixado neste link.
Via BJC

Google+

Sobre Flávio Prado

Entusiasta de tecnologia e fundador dos sites www.tech4fan.com.br e www.samsungdiscovery.com e também colaborador do TecheNet.com. Tem grande interesse nas áreas mobile e de computação pessoal.