Android Wear se tornará independente de smartphones com atualizações futuras


Com o lançamento do Android Wear o Google buscou uma unificação da plataforma móvel do robozinho verde para dispositivos vestíveis, principalmente os smartwatches. Porém um dos problemas corriqueiros de tais aparelhos é a dependência constante de um smartphones para se aproveitar ao máximo as funções oferecidas pelo Android Wear.

Um smartwatch independente do smartphone é agora algo que as empresas começaram a buscar, tendo a Samsung saído na frente com o Gear S, que possui entrada para chip, porém tal aparelho roda o Tizen, e não o Android Wear.

Visando aprimorar o seu sistema o Google anunciou que as futuras atualizações do Android Wear terão o objetivo de tornar o sistema mais independente, sem a necessidade de constante conexão com um smartphone. Entre as mudanças estão a implementação da possibilidade de armazenamento local para os arquivos de áudio e a conectividade Bluetooth A2DP, que permitirá que um smartwatch com Android Wear se conecte diretamente a um fone de ouvido bluetooth, sem a necessidade de um smartphone como intermediário.

O suporte ao GPS também será adicionado aos dispositivos com hardware compatíveis. As funções de monitoramento de saúde e exercícios físicos também serão captadas diretamente pelo smartwatch, eliminando a necessidade de se carregar o smartphone durante a atividade desenvolvida.

A possibilidade de customização da interface, com a adição de novos temas e relógios para a tela de bloqueio, é algo que também será implementada, porém a alteração completa do Android Wear por meio de skins alteradas pelas fabricantes está descartada, primando o Google pela identidade visual do seu sistema.

E aí, gostou das novidades? Será que agora chegou a hora de você ter o seu primeiro smartwatch? Deixe sua resposta nos comentários abaixo e nos diga!
Via CNET

Google+

Sobre Flávio Prado

Entusiasta de tecnologia e fundador dos sites www.tech4fan.com.br e www.samsungdiscovery.com e também colaborador do TecheNet.com. Tem grande interesse nas áreas mobile e de computação pessoal.