Xiaomi venda 10 mil unidades do Redmi 2 e esgota estoque inicial do produto


A empresa chinesa Xiaomi chegou ao mercado brasileiro este mês, e seu primeiro smartphone vendido por aqui, o Redmi 2, chegou com excelente custo benefício.

O Redmi 2 possui suporte para dois chips com conectividade 4G, tela de 4,7 polegadas com resolução HD, 2GB de memória RAM, processador Snapdragon 410 quad-core de 1,2 GHz, câmera traseira de 8 megapixels e frontal de 2 megapixels e roda uma versão modificado do Android 5.0 Lollipop com a interface da empresa, chamada de MIUI 6, tudo isso pelo valor de R$ 499 em até 10 vezes sem juros.

Parece que o conjunto agradou aos brasileiros,  já que o primeiro lote de 10 mil unidades do Redmi 2 se esgotou em apenas duas ações de venda do produto, que é comercializado exclusivamente pelo site da empresa.

Além dos aparelhos foram vendidos diversos outros produtos e acessórios, entre cases, películas, baterias externas e smartbands. Os estoques do Redmi 2 devem ser repostos em breve, já que aparelho terá fabricação nacional e apenas os primeiros dispositivos serão importados da China, conforme afirmou Hugo Barra, vice-presidente internacional da Xiaomi, no evento de lançamento.

Ao que parece a Xiaomi chegou para causar dor de cabeça para as empresas que dominam o seguimento de smartphones intermediários, como a Motorola, resta saber se o suporte pós-venda da empresa será eficiente.

Google+

Sobre Flávio Prado

Entusiasta de tecnologia e fundador dos sites www.tech4fan.com.br e www.samsungdiscovery.com e também colaborador do TecheNet.com. Tem grande interesse nas áreas mobile e de computação pessoal.